sábado, 13 de outubro de 2012

11º Capítulo



      ( Margarida )

   Contei-lhes tudo o que se tinha sucedido na noite anterior até ao momento da chegada do Zayn.

   Leonor: tu estás a apaixonar-te por ele!
   Margarida: não, claro que não
   Diana: então, porque é que fugiste depois do vosso beijo?
   Margarida: mas eu não fugi, foi a reação que eu tive no momento
   Leonor: Podes confiar em nós
   Margarida: mas eu não me estou apaixonar por ele, não posso me apaixonar por ele - disse num tom mais baixo
   Diana: não consigo perceber
   Margarida: Eu e ele somos completamente diferentes, estamos constantemente a discutir, ele tem milhares de raparigas muito melhor que eu e a única pessoa que iria sair magoada desta história seria eu, apesar de ele nem sequer gostar de mim
   Leonor: Nunca ouvis-te falar de uma relação Amor-Ódio?!
   Diana: Se ele não gostasse de ti, porque é que te beijou?
   Margarida: eu só não me quero magoar !
   Leonor: Não percebo como é que ainda o Bruno te afeta tanto
   Margarida: tenho medo de voltar a sofrer uma desilusão como a que sofri !
   Diana: Mas tens que superar isso para seres feliz, nem todos os rapazes são assim.
   Leonor: Concordo. Tenta dar uma oportunidade ao Zayn .
   Margarida: Isso servia se ele gostasse de mim.
   Diana: Se ele não se importasse ou gostasse um pouco de ti nem tinha cá vindo justificar-se.
   Margarida: Eu preciso de pensar, nem sei como é que o vou encarar da próxima vez que o vir.
   Diana: Mas aconselháva-te a pensar nisso porque o Niall convidou-nos para irmos jantar com eles - disse olhando para o telemóvel
   Leonor: e se não fores ele ainda é capaz de vir ter contigo
   Margarida: eu vou, como vamos estar todos juntos vai ser dificil conversar-mos sozinhos
   Leonor: Vamos é começar-mo-nos a arranjar para os rapazes não terem de esperar por nós.

         ( ... )

   Estávamos já em casa dos rapazes e para minha surpresa o Zayn não estava com os restantes. Por um lado era bom mas ao mesmo tempo estava preocupada com ele.
   O jantar foi agradável e muito divertido, mas o Zayn consumia-me o pensamento.
   Já não estava a aguentar estar naquela casa, avisei-os e saí sem destino definido. Depois de algum tempo a caminhar encontrei um lugar que sabia que me ia ajudar.


      ( Niall )

   O Zayn e o Liam eram os únicos rapazes que faltavam. O Liam tinha mandado uma mensagem a avisar que estava a chegar, agora o Zayn não tinha-mos novidades dele desde manhã.

      ( Liam )

   Depois da nossa " visita guiada ", fui a casa tomar banho e perdi-me no tempo.
   Estava já algo atrasado para o jantar, estava num passo rápido e concentrado no telemóvel, até que paro quando embato contra alguém. Era uma rapariga linda, pouco mais baixa do que eu, com o cabelo comprido encaracolado, com uns olhos entre a cor do azul e do verde, únicos. Ambos tinha-mos deixado cair os telemóveis no chão e estava tão preso aos olhos dela que nem reparei se o meu telemóvel estava a funcionar. Estava já a seguir o meu caminho quando reparo que o telemóvel que eu trazia na mão não era o meu e quando me virei para trás para trocar o dela pelo meu, a rapariga que eu tinha ido contra á minutos atrás tinha desaparecido. Voltei a seguir o meu caminho para não me atrasar mais.

      ( ... )

   Harry: então, porque é que chegaste tão atrasado, não é nada teu !
   Liam: eu já saí de casa atrasado e ao vir para aqui fui contra uma rapariga ...
   Harry: uma rapariga, e era ...
   Liam: já sei o que vem aí, mas agora preciso da tua ajuda - disse interrompendo-o
   Harry: diz lá !
   Liam: quando fui contra aquela rapariga, nós deixamos cair os nossos telemóveis e trocamo-los acidentalmente e quando me virei para o devolver ela já tinha desaparecido.
   Harry: que história, e no que é que estás a pensar fazer?

      ( ...)

   Harry: estou?!
   Xxx: Daniela?
   Harry: não é a Daniela, um amigo meu foi contra a tua amiga hoje e eles ficaram com os telemóveis um do outro e queria-mo-nos encontrar para devolver.
   Xxx: eu ainda não estou com a Daniela, mas assim que estiver eu ligo para combinar.
   Harry: ok e já agora qual é o teu nome?
   Xxx: Catarina e o teu?
   Harry: Harry
   Catarina: está bem, obrigada !

      ( Daniela )

   Nem queria acreditar que me tinha atrasado tanto, já sei que vou ter que ouvir a Catarina a reclamar durante horas, ela não suporta que alguém chegue atrasado ao que está combinado.
   Catarina: já viste as horas? - disse-me ao entrar em casa
   Daniela: eu sei, desculpa, desculpa ...
   Catarina: Disso falamos mais tarde, mas que história é essa de um rapaz ter o teu telemóvel e tu teres o dele!
   Daniela: Ah?! não estou a perceber!
   Catarina: olha para o telemóvel - tirei o meu telemóvel e aí percebi o que estava a dizer
   Daniela: Como é que tu sabes?
   Catarina: O rapaz que ficou com o teu telemóvel ligou para mim a informar-me que vocês têm o telemóvel um do outro
   Daniela: Deve ter sido aquele rapaz que foi contra mim à pouco, e agora como é que vamos trocar?
   Catarina: ele disse para marcar-mos um "encontro", agora tenho que lhe ligar para sabermos quando.
   Daniela: está bem, mas falas tu!

                             ( ... )


Desculpem a demora do capítulo, mas como começo das aulas 
tem sido mais complicado escrever.
Espero que gostem !

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

10º Capitulo



      ( Margarida )

   Depois de elas sairem juntamente com os rapazes fiquei no sofá a ver se encontrava um programa divertido para me distrair, nisto alguém toca á campainha.
   Estava com algum receio em ir abrir a porta já que a Dy, a Lia e os rapazes tinham saido e parecia que nao iam voltar tão cedo. Abri a porta e fiquei surpreendida ao ver que o Zayn estava mesmo á minha frente com um ar cansado de quem tinha estado a correr.
  
   Margarida: o que é que estás aqui a fazer?
   Zayn: quero falar contigo, posso entrar? - acenei afirmativamente - eu não percebo essa implicancia que tu yens comigo - disse sentando-se no sofá castanho existente na sala - tu nem me conheces ...
   Margarida: nem tenho intenções de te conhecer ...
   Zayn: vês são essas atitudes, tu nem me dás uma oportunidade para te mostrar que não sou essa pessoa que tu julgas que eu seja.
   Margarida: pessoas como tu conheço muito bem, acham-se melhor que os outros, namoram com uma rapariga na semana seguinte já é outra.
   Zayn: acredito que exista rapazes assim mas nem eu nem os outros somos assim. Dá-nos pelo menos uma oportunidade, amigos? - disse esticando o braço esperando reacção por minha parte. Decidi dar-lhe uma hipótese já que teria que conviver o verão todo não queria que ficasse um clima pesado cada vez que nos encontrássemos.
   Margarida: não custa tentar - retribui o gesto
   Zayn: queres ir ter com eles?
   Margarida: não me apetece muito mas se quiseres podes ir tu
   Zayn: não queria muito voltar para lá outra vez e também não te deixava aqui sozinha
   Margarida: queres ir ver um filme, acho que a Lia trouxe algum
   Zayn: está bem
   Margarida: de que tipo de filmes gostas? De terror aposto
   Zayn: e acertas-te, mas penso que tu não
   Margarida: não é dos meus preferidos mas também vejo,vou lá buscar - fui ao quarto da Lia tentar encontrar um dvd no meio das suas coisas até que finalmente encontrei um, quando desci deparei-me com o Zayn sentado no sofá com uma taça de pipocas - já te vi que foste fazer pipocas
   Zayn: pois, não te importas pois não?
   Margarida: não, olha trouxe a Ressaca 2 já viste?
   Zayn: por acaso não e tu?
   Margarida: também não - disse indo colocar o dvd no aparelho, depois disto sentei-me num lugar no sofá onde já se encontrava o Zayn com a taça das pipocas.
  
   O filme estava a ser engraçado e a companhia não estava a ser tão má quanto eu pensava que seria.´
   Zayn: o filme foi muito engraçado - disse depois de o filme ter terminado
   Margarida: e as pipocas também estavam boas
   Zayn: e a companhia também foi boa? - tinha gostado de estar com ele mas não o ia admitir era demasiado orgulhosa para o fazer.
   Margarida: não foi má - disse tentando parecer convincente
Depois de ter dito isto, ele começou a aproximar-se mais perto de mim ao ponto de conseguir sentir a respiração dele misturada com a minha, queria me poder mover mas parecia que naquele momento não tinha forças para tal, comecei a sentir um calor dentro de mim a percorrer todo o corpo, quando dei por mim já os lábios dele estavam colados aos meus, não queria que aquele momento acabasse e depois ter de voltar á dura realidade, ele provocava em mim sensações tão unicas mas eu não podia estar a apaixonar-me por ele, afinal eu odeio-o, entretanto a porta da entrada abriu-se, a Lia e a Dy tinham acabado de chegar e a única coisa que me ocorreu foi ir para o meu quarto precisamente o que eu fiz deixando o Zayn na sala, sabia que o tinha de o enfrentar mais trade mas até lá tinha algum tempo para arranjar forças para o encarar.

      ( Zayn )

   Aquele beijo significou para mim mais do que eu esperava, foi um impulso do momento, mas agora penso que foi a pior coisa que podia ter feito já que lhe queria provar que o que ela pensa de mim não era a verdade e com a minha atitude mostrei-lhe precisamente o contrário.

   Diana: o que é que acabou de acontecer aqui?
   Zayn: digam á Margarida que, esqueçam não digam nada - e sai de casa delas em rumo a um local que sempre foi especial para mim e que me ajuda sempre quando eu mais preciso de pensar, só eu.


      ( Diana )

   Leonor: o que é que se passou aqui?
   Diana: sinceramente não percebi, mas vamos falr com a Maggie talvez nos conte alguma coisa.

   Subimos em direcção ao quarto dela e conseguimos ouvi-la a chorar e então decidimos que conversavamos com ela no dia seguinte.

      * Dia Seguinte *

      ( Margarida )

   Acordei com uma lágrima a escorrer pelo meu rosto e rapidamente o acontecimento da noite anterior apareceu na minha mente e uma camada de agua que se tinha formado nos meus olhos tinha agora derivado a algumas lágrimas. Eu só não queria voltar a sofrer por me apaixonar, voltar a ter uma desilusão e me deixar voltar a isolar de tudo e de todos como já antes acontecera nao podia acontecer, nunca mais. Entretanto, bateram á porta e a voz da Diana pediu permissão para entrar e eu respondi logo afirmativo depois de ter limpo umas lágrimas que ainda se encontravam na minha cara.

   Diana: então princesa, como estás?
   Margarida: estou bem
   Leonor: não precisas de disfarçar, nós ontem ouvimos-te a chorar
   Diana:e decidimos falar contigo hoje.  
   Margarida: desculpem mas não quero falar sobre isso agora
   Leonor: tudo bem, não te queremos pressionar
   Diana: sim e quando quiseres conversar nós estaremos aqui. Agora vamos fazer o pequeno-almoço, não demores muito - elas estavam a dirigir-se para fora do quarto quando decidi conversar com elas.
   Margarida: esperem, talvez seja bom desabafar .... hum .... nem sei por onde começar
   Leonor: podes começar pela parte em que o Zayn veio ter contigo ontem.

                                           ( ...  )
 
 
Espero que gostem do capítulo.
Deixem as vossas reações!
xx

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

9º Capitulo



      ( Diana )

   Acordei com o barulho do meu telemovel a vibrar, virei-me para o lado da cama onde se encontrava o telemovel e vi que era uma mensagem do Niall e ainda meia ensonada a li.

      *** Mensagem deNiall ***
* Bom dia Dy! Eu e os rapazes queriamo-vos convidar a dar um passeio por Londressendo nós os vossos guias, o que acham ? *

     Não sabia o que havia de responder, se respondesse sim a Lia iria adorar enquanto a Maggie provavelmente ficava em casa, se respondesse não a Maggie iria-me ficar agradecida enquanto a Lia, provavelmente ficaria zangada comigo.
   
      *** Mensagem para Niall ***
* Bom dia Niall! Está bem, nós vamos a que horas é para estarmos prontas?*

   Respondi sim, era o que o meu instinto me dizia no momento e talvez até a Maggie não reagisse assim tão mal quanto espero.

   Levantei-me e reparei que já eram 10:10h, quando acabei de me vestir recebi uma mensagem do Niall.

      *** Mensagem deNiall ***
* Ainda bem que aceitaram o convite ! Encontramo-nos á frente da vossa casa ás 11: 30h, pode ser ?*

      *** Mensagem para Niall ***
* Claro, até já ! *
   Depois de ter respondido ao Niall fui para a cozinha no intuito de preparar o pequeno-almoço. Enquanto estava a preparar o pequeno-almoço, a Lia chega á cozinha.

   Leonor: Bom dia - disse ainda meia ensonada
   Diana: Bom dia, acho que vais acordar logo quando te contar ...
   Margarida: Bom dia, então novidades? - disse chegando á cozinha
   Leonor: parece que sim, conta Dy !
   Diana: o Niall mandou-me uma mensagem hoje de manhã a perguntar se nós queriamos sair com eles por Londres, sendo eles os nossos guias.
   Leonor: o que é que respondeste?
   Diana: sim
   Margarida: Não acredito, primeiro o concerto, agora isto o que poderá acontecer de pior !
   Diana: Maggie, eles não são assim tão má companhia.
   Leonor: Concordo com a Dy. Este sempre foi um sonho, fica feliz por mim.
   Margarida: Eu fico feliz por ti, mas só não me peças para ir .
   Diana: então o que é que estas a pensar fazer enquanto nós vamos sair, ficar em casa?
   Margarida: sim, fico a ver um filme por exemplo.
   Leonor: Que emocionante ! Mas já vi que não vais mudar de ideias. Quase me esquecia, Dy a que horas temos que ficar prontas?
   Diana: Ás 11:30h eles vem cá ter.

      ( ... )

   Estavamos quase prontas quando tocam á campainha.
  
   Liam: Olá, então Maggie não estas pronta?
   Margarida: eu não vou~
   Niall: porquê?
   Margarida: não estou com vontade para sair
   Zayn: Anda lá , vai ser divertido
   Margarida: e logo com vocês - disse murmurando- não insistas
   Diana: Bom dia !
   Leonor: Bom dia, aconteceu alguma coisa?
   Louis: olá, não se passou nada
   Harry: já estão prontas?
   Leonor: sim, vamos?
   Louis: então podemos começar o passeio a pé e depois vamos almoçar.
   Diana: Está bem e por onde vocês nos vão levar primeiro?

      ( ... )

   Durante o passeio, todos os rapazes conversavam connosco e explicavam-nos o significado das zonas turísticas excepto o Zayn que parecia distante, incomodado com alguma coisa, decidi ir falar com ele.
   Diana: então Zayn, não estás a gostar da nossa companhia? - disse depois de ter ficado para trás ficando ao lado do Zayn
   Zayn: não, não é isso
   Diana: Podes falar comigo, talvez te possa ajudar.
   Zayn: sim, talvez. Ainda não consegui perceber porque é que a Maggie reage assim connosco
   Diana: ela não gosta muito de vocês
   Zayn: Ela antes não nos conhecia, mas agora pensava que ela já tivesse mudado um pouco essa opinião em relação a nós.
   Diana: eu antes também não gostava muito de vocês, e admito estava enganada na minha opinião, mas não lhes digas nada quero ver até onde eles vão para me mostrar que estou errada.
   Zayn: Então prepara-te, quando eles metem uma coisa na cabeça vão até ao fim, mas é bom saber que tu já mudas-te a tua opinião.
   Diana:Quanto á Maggie, não sei ela é muito teimosa
   Zayn:E se eu fosse falar com ela ?
   Diana: Agora?!
   Zayn: Sim, tu dizes a eles que eu tive que ir a um lugar e eu vou lá falar com ela
   Diana: Está bem, boa sorte!
   Zayn: obrigada! - dito isto foi a correr no sentido contrário
  
   Voltei para junto deles e expliquei a ausência do Zayn tal como ele tinha pedido.

      ( Zayn )
 
   Fui a correr em direcção da casa das raparigas onde se encontrava a Maggie, não sei porquê mas incomodava-me a opinião dela para connosco, para comigo ! A personalidade dela, forte, refilona, teimosa, persistente, despertava em mim sensações desconhecidas que nunca esperei encontrar.
   Já estava a porta de casa dela e tive a certeza que esta ainda estava em casa devido a um som proveniente da televisão, respirei fundo e bati á porta. Ouvi uns passos em direcção á porta , na minha direcção até que esta se abre .

                   ( ... )

Espero que gostem !

8º Capitulo



      ( Margarida )

   Quando os One Direction entraram, um ruído simultâneamente fez-se ouvir pelas milhares de fãs que estavam para assistir ao concerto.
   Não podia dizer que cantavam mal , muito pelo contrário, e a energia que eles tinham e o amor que demonstravam em cima do palco é inegável.

      ( Diana )

   Estava a gostar do concerto, não o podia negar, mas aquele ruído proveniente das milhares de fãs que estavam presentes quando acabava uma música ou quando faziam algo diferente era deveras irritante.
  No final do concerto, já mesmo quando os One Direction deixaram o palco, tal como algumas fãs a deixarem o local onde tinha decorrido o concerto enquanto outras ainda permaneciam nos mesmos lugares a gritar pelo nome dos seus ídolos, um segurança veio na nossa direcção e pediu que nós o seguissemos para irmos ter com os rapazes.
   Chegamos perto deles e estava a banda toda, nuns sofás uns á frente dos outros, a conversar alegremente.

   Louis: então carrots, gostaram do concerto ? - perguntou-nos o Louis com o seu sorriso lindo e a sua energia contagiante.
   Leonor: Eu amei, adorei, foi perfeito, muito obrigada rapazes pelo vosso convite- respondeu a Lia eufórica mas tentando se controlar.
   Niall: Dy e Maggie o que acharam do concerto, gostaram? - deu para reparar que o Niall estava um pouco ansioso pela nossa resposta e quando ia para responder a Maggie antecipou-se.
   Margarida: Sim, não foi mau
   Diana: eu também gostei
   Zayn: isso quer dizer ...
   Diana: que gostamos do concerto
   Margarida: não fomos claras !
   Niall: então continuam com a mesma opinião?!
   Diana: mudei um pouco a minha opinião
   Margarida: concordo ... mas só um pouco !
   Liam: mas já é um bom começo !

      ( Margarida )

   Terminou o concerto e um segurança guiou-nos até aos rapazes onde estava toda a banda reunida a conversar.
   Estivemos a conversar com eles durante um tempo.

   Margarida: meninas é melhor irmos para casa já está a ficar tarde
   Diana: é verdade ! - disse olhando para o relógio
   Leonor: é, rapazes obrigada mais uma vez !
   Zayn: não têm nada que agradecer
   Harry: sim e temos que combinar outra saída
   Margarida: sim, depois vemos isso - não tinha muita vontade de voltar a encontra-los brevemente ao contrário da Lia que se pudesse já estava por aí aos saltinhos de felicidade
   Niall: depois mando-te uma mensagem
   Diana: está bem
   Liam: como é que vão para casa?
   Leonor: de táxi, porque não temos carro aqui !
   Zayn: sendo assim o Lou leva-vos
   Diana: não é preciso, nós vamos de táxi
   Louis: o que não é preciso é voces irem de táxi, eu levo-vos ou então vamos ficar a noite toda a discutir isto !
   Margarida: isso é que não, preciso de ir para casa porque estou com uma enorme saudade da minha caminha, vamos?
   Niall: Lou eu vou convosco
   Louis: então anda comigo indo para o carro, enquanto elas se despedem dos rapazes.

   Despedimo-nos dos rapazes e fomos para o carro do Louis onde ele já se encontrava acompanhado do Niall. Durante toda a viagem esteve silêncio constante, no final despedimo-nos do Louis e do Niall e entramos em casa.
   A Diana pediu-noss para ir tomar banho primeiro e depois ia eu e no final ia a Lia.

      ( Diana )

   Depois do banho, dirigi-me para o meu quarto, peguei na carta que o Miguel me escreveu, tal como fazia todas as noites, sentei-me na beira da cama enquanto algumas lágrimas rolavam pela minha cara e tentei ter coragem para a abrir mas mais uma vez não consegui, levantei-me e voltei a guardar a carta. Ainda sinto uma dor tão profunda, uma saudade constante  todos os dias, a saudade do seu olhar, do seu sorriso, da sua voz, de um simples e sincero Amo-te ! Voltei-me a dirigir para a cama mas desta vez deitei-me de barriga para cima a olhar para o tecto lembrando-me de um momento com o Miguel.

      * Flasback on*

   Estava numa noite de sábado, com chuva intensa acompanhada de alguma trovoada, sozinha em casa pois os meus pais tinham ido passar o fim-de-semana em negócios. Estava no sofá da sala a assistir um filme quando alguém toca á campainha. Levantei-me devagar tentando não fazer barulho e segui em passo lento em direcção, tentei ouvir algum ruído do lado de fora, mas nada. Quando ia a virar-me para voltar ao lugar onde tinha estado sentada, voltaram a tocar á campainha e eu solto um pequeno grito de susto quando ouço alguém do lado de fora .
   xxx: princesa, sou eu, abre a porta está frio aqui fora! - logo reconheci aquela voz inconfundivel, era o Miguel.
   Diana: oh amor, que susto! - disse depois de lhe abrir a porta e dando um abraço de seguida
   Miguel: desculpa, não te queria assustar, só tee queria fazer uma surpresa. SURPRESA !
  
   Ficamos a ver televisão onde acabamos por adormecer abraçados.

      *Flashback off*

   Depois de algumas lágrimas acabei por adormecer.



Espero que gostem deste capitulo!
Daqui a pouco publico o outro.

Olá, peço desculpa por nao ter publicado mais cedo, mas estive uma semana fora e não pude vir ao computador ate agora.
Como podem reparar a sodagem que eu tinha feito já está encerrada e o resultado foi positivo logo vou continuar com a fic e para compensar vou colocar dois capitulos hoje, espero que gostem !

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Meninos no Encerramento dos Jogos Olímpicos
























Dizem que o chapéu que o Zayn usou na atuação foi o mesmo que a Perrie usou no videoclip de Wings e que esta lho deu para lhe dar sorte porque o zayn estava nervoso


















Zayn ao lado de Perrie e Lou ao lado da El

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Sondagem !

Eu decidi fazer uma sondagem para saber se quem visita o meu blog gosta da fic ou não, depois de obter os resultados decido se elimino o blog ou continuo.
Gostava muito que votassem é muito importante para mim saber se devo continuar ou não.
Obrigada xx

7º Capítulo


      ( Leonor )

   Estava tão entusiasmada e ansiosa por ir ao concerto que as horas seguintes pareciam dias que não queriam passar. Afinal vou poder concretizar o meu sonho de conhecer os meus ídolos.

      ( Diana )

   Tinhamos acabado de almoçar quando recebo uma mensagem do Niall.

      *** Mensagem de Niall ***
* Olá Diana! Sempre vens ao concerto? xx *

      *** Mensagem para Niall ***
* Sim eu e as minhas amigas! Ainda há bilhetes? Porque se não houver não há problema *

      *** Mensagem de Niall ***
* Vocês não precisam de bilhete e eu estou mesmo empenhado para te fazer mudar de opinião!
    Daqui a 30 minutos no lugar combinado, pode ser? *

      *** Mensagem para Niall ***
* Eu vou com mais duas amigas, uma amavos, outra tem a mesma opinião que eu, logo vais ter de convencer 2 raparigas que estamos enganadas.
   Daqui a 30 minutos estamos aí ! *

      *** Mensagem de Niall ***
* Isso é um desafio? Pouco antes de chegares manda-me uma mensagem para podermos ir ter com vocês*


      *** Mensagem para Niall ***
* Interpreta como entenderes. Está bem, até já ! *

     
      *** Mensagem de Niall  ***
* Até já xx *

   Acabamos de nos preparar e faltava relativamente 5 minutos para a hora combinada, tempo sufeciente para chegarmos a horas.
   Perto do local mandei uma mensagem ao Niall como ele me pedira a informar que estavamos quase a chegar.

      ( Niall )

   Desde que vi a Diana no aeroporto senti que tinha de ir falar com ela e o facto de saber que ela não é nossa fã deu-me uma razão para continuarmos a ter uma ligação. Contei aos raazes de as ter convidado para o concerto e até gostaram da ideia de conhcer raparigas novas e o facto de a Diana não ser Directioner levou aos rapazes, tal como a mim, perceber o porquê de ela ter deixado de ser nossa fã e querer fazer mudá-la de opinião. Mandei-lhe uma mensagem para confirmar se ela e as suas amigas ainda vinham ao concerto.

      *** Mensagem para Diana ***
* Olá Diana! Sempre vens ao concerto? xx *


      *** Mensagem de Diana ***
* Sim eu e as minhas amigas! Ainda há bilhetes? Porque se não houver não há problema *


      *** Mensagem para Diana ***
* Vocês não precisam de bilhete e eu estou mesmo empenhado para te fazer mudar de opinião!
Daqui a 30 minutos no lugar combinado, pode ser? *


      *** Mensagem de Diana ***
* Eu vou com mais duas amigas, uma amavos, outra tem a mesma opinião que eu, logo vais ter de convencer 2 raparigas que estamos enganadas.
Daqui a 30 minutos estamos aí ! *

      *** Mensagem para Diana ***
* Isso é um desafio? Pouco antes de chegares manda-me uma mensagem para podermos ir ter com vocês*


      *** Mensagem de Diana ***
* Interpreta como entenderes. Está bem, até já ! *


      *** Mensagem para Diana  ***
* Até já xx *

      ( ... )

   Estavamos a acabar de nos arranjar e preparar a voz quando recebo uma mensagem da Diana.

      *** Mensagem de Diana ***
* Estamos a chegar ! *

   Acabei de ler a mensagem, fui informar os rapazes e fomos para o lado de fora do edíficio esperar por elas.

      ( Margarida )

   Estavamos quase a chegar e eu não estava nada animada com a ida ao concerto. Não sei porquê mas não gosto deles, parecem miúdos mimados que tem tudo o que querem e lhes aptece.
   Quando o carro parou podia avistar 5 rapazes ao longe.

      ( Leonor )

   Estava tão ansiosa e saber que estava cada vez mais próxima de os conhecer deixava-me cada vez mais nervosa. No caminho para o concerto via-se que a Maggie não estava nada contente mas tinha a sensação que depois de ela os conhecer e os ouvir ao vivo mudará de opinião.

      ( Diana )

   Era estranho pensar que há um tempo atrás ir a um concerto deles ou até conhece-los era um sonho para mim mas agora não era nada de especial. Quando o carro parou podiamos avistar 5 rapazes junto do lugar onde decorreria o concerto, saímos e fomos em direcção desses rapazes.

   Niall: Olá Diana !
   Diana: Olá ! - comprimentamo-nos uns aos outros
   Liam: Qual é o vosso nome?
   Diana: Esta é a Margarida e esta é a Leonor uma grande fã vossa - disse indicando para elas respetivamente
   Margarida: Prefiro Maggie
   Leonor: ...
   Diana: e a Leonor prefere que lhe chamem Lia.
   Zayn: O que é que ela tem?
   Margarida: está completamente fascinada por vocês
   Diana: Conhecer-vos é um dos sonhos dela
   Leonor: Porque é que vocês estão a falar como se eu não estivesse aqui?!
   Louis: Olá, eu sou o Louis Tomlinson

   Depois de algum tempo a conversar entramos para o backstage onde os rapazes faziam os últimos preparativos. No pouco tempo que estive com eles pude verificar que algumas qualidades que antes pensava deles era agora verdadeiras : o bom-humor do Louis, o lado misterioso do Zayn, os olhos lindos do Niall, o sorriso genuíno do Harry e o lado preocupado e divertido do Liam.
   Pouco antes de eles entrarem eu, a Lia e a Maggie fomos para o nosso lugar de onde íriamos assistir o concerto e minutos mais tarde os One Direction entraram em palco.


Espero que gostem do capítulo !
Deixem as vossas reacções...

terça-feira, 31 de julho de 2012

6º Capitulo



       ( Diana )

   Quando saímos do avião entramos na sala do aeroporto de Londres. Aquele movimento era completamente diferente do de Portugal, que estava relativamente calmo, ali era pessoas de um lado para o outro, a entrar e a sair e quando dei por mim a Lia e a Maggie já não se encontravm ao meu lado, eu pensei : isto era o melhor que me podia acontecer sem dúvida perder-me em Londres. Como não tinha a minha mala, também não tinha telemóvel, decidi ir para a porta do aeroporto na esperança de as encontrar. Encostei-me na parede do lado direito da parte de fora do aeroporto na esperança de um milagre, encontrá-las no meio de tanta gente, nisto alguém me toca no ombro.

   Diana: Girls?!
   XXX: Estavas á espera de alguém? Eu só vim aqui ver se precisavas de alguma coisa
   Diana: sim, estava á espera de duas amigas que perdi no meio desta multidão ... mas espera ... tu não és o Niall Horan dos One Direction?
   Niall: Sim sou mas não fales muito alto e tu és nossa fã?
   Diana: não, já fui e bastante
   Niall: e porque é que já ...
   Diana: desculpa, mas eu tenho de ir já encontrei as minhas amigas
   Niall: Toma o meu número, e espero que me mandes uma mensagem pelo menos
   Diana: está bem, adeus !

      ( Margarida )

   No meio de tanta confusão reparei que só estava a Lia perto de mim e que a Diana tinha desaparecido. Fomos buscar as nossas malas para depois sairmos do aeroporto para vermos se a encontrávamos, olhando para todos os lados. Finalmente, avistamo-la e estava com um rapaz com o capuz posto, assim que nos viu veio na nossa direcção e ficamos sem saber quem era o tal rapaz.
   Diana: Estava a ver que não vos encontrava e já trouxeram a minha mala, obrigada !
   Leonor: Nós também, de nada
   Margarida: e agora vamos para casa, estou exausta e preciso de descansar um pouco.
   Diana: Sim vamos também estou a precisar de descansar
   Leonor: vamos para aquele táxi que está disponível !
  
   Entramos dentro do táxi e demos-lhe a indicação da casa em que íriamos ficar. Quando chegamos ficamos completamente estupefactas a olhar para a casa a pensar se aquela seria mesmo a casa em que iriamos ficar alojadas. Entramos, subimos e fomos escolher o nosso quarto dos cinco que havia na casa.
   A Lia tinha ido tomar banho primeiro, pois era a mais rápida das três e eu aproveitei e pergutei-lhe quem era o rapaz que estava com ela no aeroporto.
   Margarida: Dy, conta lá quem era o rapaz que estava a conversar contigo no aeroporto antes de nós chegarmos ?
   Diana: Nem vais acreditar, era o Niall Horan dos One Direction, a banda que a Lia ama
   Margarida: a sério?!
   Diana: ele foi bastante querido, viu-me ali sozinha e foi-me perguntar se precisava de alguma coisa e  no final ainda me deu o número de telemóvel dele e pediu-me para lhe mandar uma mensagem
   Margarida: a tua beleza já está a criar reacões aqui em Londres e ainda por cima em famosos, mas vais-lhe mandar uma mensagem?
   Diana: Não sejas parva, acho que lhe vou mandar uma mensagem pelo menos a agradecer a sua preocupação para comigo, o que achas?
   Margarida: sim acho que não tem mal nenhum

   *** Mensagem para Niall ***
* Olá é a rapariga do aeroporto, só queria agradecer a tua preocupaçaõ para comigo e já agora o meu nome é Diana *

   *** Mensagem de Niall ***
* Não tens de agradecer Diana, só te queria fazer uma pergunta porque é que já não és nossa fã? xx *

   *** Mensagem para Niall ***
* Não te sei explicar, só sei que perdi o interesse em vocês, desculpa ! *

   *** Mensagem de Niall ***
* Não sei como nós somos incríveis! Então fazemos assim nós temos amanhã um concerto cá, tu vinhas com as tuas amigas e depois vês se estás enganda, aceitas? *

   *** Mensagem para Niall ***
* Nada convencido, aceito a tua proposta, onde é o local do concerto? *

   Depois de ter conversado com o Niall por mensagens fui contar as novidades à Maggie que estava a ver televisão ao meu lado.
   Diana: eu acho que tu me vais odiar pelo que eu acabei de fazer e a Lia vai amar.
   Margarida: Até tenho medo de perguntar, conta lá
   Diana: Amanhã vamos ao concerto dos One Direction - disse rapidamente
   Margarida: o quê? eu não vou. Se eu soubesse que ia acabar assim tinha-te dito para não mandares mensagem nenhuma.
   Diana: anda lá, eu não vou sozinha com a Lia ainda fico surda.
   Margarida: e eu não
   Diana: anda lá princesa, faz isso por mim
   Margarida: o que eu não faço por uma amiga, mas é só desta vez
   Diana: está bem, obrigada !

      ( ... )

   Já tinhamos todas tomado banho, estavamos a jantar e decidi contar do concerto a Lia.
   Diana: Lia o que eu te vou contar a Maggie já sabe e por favor não comeces a gritar
   Leonor: diz lá, até parece que conhceste os One Direction
   Diana: lembras-te do rapaz que estava comigo no aeroporto?
   Leonor: sim, o que tem?

      ( ... )

   Contei-lhe tudo o que tinha acontecido e ela ficou delirante.

   * No dia seguinte *
( ... )
  
   Leonor: Digam-me fui eu que sonhei ou nós hoje vamos mesmo a um concerto dos One Direction
   Margarida: Infelizmente vamos, mas nem penses que vais-te pôr lá a gritar como aquelas fãs histéricas.
   Leonor: Hey, que bom humor logo pela manhã mas não te preocupes que eu não vou gritar - ainda consegui ouvir o seu sussurro " ou pelo menos tentar"
   Diana: Girls, a seguir podiamos ver um filme, almoçavamos e depois íamos para o concerto, o que acham? - eu e a Lia concordamos com o seu plano.


Espero que gostem de mais um capítulo.
Desculpem por não ter publicado mais cedo mas a
minha imaginação parece que também tirou férias.
Deixem as vossas reacções !

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Nem acredito que o nosso Nialler vai fazer uma twittcam devido ao trend que estava de manhã. Soo sweet :))

quarta-feira, 25 de julho de 2012

5º capítulo



      ( Leonor )

   Acordei tão contente e com tanta energia que me levantei mais cedo do que o normal, preparei o pequeno-almoço e sentei-me no sofá a ver televisão com os pensamentos longe. Só de pensar que posso estar frente a frente com os meus ídolos na cidade que eu sempre desejei ir deixa-me logo muito animada com a viagem, mas o que eu espero mesmo é me divertir e animar a Diana, porque encontrar os One Direction numa cidade como a de Londres deve ser uma missão impossível.

      ( Diana )

   Acordei com o som do meu telemovel a vibrar, tinha recebido uma mensagem, lentamente sentei-me na ponta da cama ainda meio ensonada e peguei no telemovel para ler a mensagem.
   *** Mensagem da Margarida ***
* Bom dia Dy! Hoje à tarde eu, tu e a Lia vamos ao centro comercial, depois do almoço vamos ter a tua casa. Beijinhos
P.S.: A ir para o nosso último dia de trabalho :) *

   *** Mensagem Para Margarida ***
* Bom dia! Isso é uma ordem ?
P.S.: Divirtam-se ! *

   *** Mensagem da Margarida ***
* Sim, porque se te perguntasse-mos a resposta provavelmente iria ser não, logo tu vens e não inventas desculpa nenhuma *

   *** Mensagem Para Margarida ***
* Está bem, ando a precisar de umas roupas novas e preciso de falar convosco sobre a viagem. Até logo ! *

   *** Mensagem da Margarida ***
* Está bem. Até logo ! *

   Levantei-me, vesti uma roupa confortável e sentei-me no sofá até ser horas de fazer o almoço.

      ( ... )

   Depois do almoço fui vestir outra roupa e sentei-me no sofá á espera delas. Nisto ouço um barulho vindo do lado de fora da casa, era o carro da Maggie a dar sinal para eu ir ter com elas.

      * No carro *

   Diana: Olá meninas!
   Margarida e Leonor: Olá!
   Diana: como correu o vosso último dia de trabalho?
   Leonor: correu bem, o café hoje estava calmo
   Estavamos a chegar ao centro comercial quando me lembrei de falar sobre a viagem.
   Diana: Ontem falei com a minha tia sobre a viagem
   Margarida: e já sabes quando podemos ir?
   Diana: Amanhã mesmo
   Leonor: então podemos comprar os bilhetes aqui ! - notava-se que a Lia estava muito animada

   Entramos no centro comercial e a primeira coisa que fizemos foi comprar bilhetes de avião com destino para Londres. Estivemos durante toda a tarde a entrar e a sair de lojas eperto da hora de jantar viemos embora para fazermos as malas e irmos deitar-nos cedo porque na manhã seguinte teriamos de acordar relativamente cedo para apanharmos o avião.

      ( ... )

   Estava a fazer a minha mala e quando fui á secretária ver se precisava de algum dos muitos papeis que lá estavam deparei-me com a carta que Miguel me escreveu ainda fechada, tal como a deixara. Peguei na carta e sentei-me na cama, eu queria lê-la mas sentia que não estava preparada, que ainda não era o momento certo, levantei-me e coloquei a carta na mala, sentia que tinha de faze-lo. Acabei de fazer a mala e fui-me deitar. Antes de adormecer vários momentos, lembranças invadiam os meus pensamentos relembrando-me o quanto era bom poder ouvir a sua voz todos os dias, várias lágrimas cairam até adormecer.

   * No dia seguinte *

      ( Leonor )
  
   Acordei bastante animada para as horas que eram, levantei-me, vesti-me, bebi um iogurte e despedi-me dos meus pais pois eu e a Dy íamos ter a casa da Maggie para irmos para o aeroporto.

      ( Diana )

   Acordei não muito entusiasmada, levantei-me, vesti-me, despedi-me dos meus pais e fui a comer uma maçã até casa da Maggie.

      ( Margarida )

   Acordei uma hora antes da hora combinada de elas chegarem, o tempo sufeciente para me arranjar. Levantei-me, tomei um pequeno-almoço rápido, vesti-me e despedi-me dos meus pais ainda consegui ouvir um " Porta-te bem " por parte da minha mãe, depois disto a Dy e a Lia chegaram. Chama-mos um táxi e dirigimo-nos em direcção para o aeroporto. Quando chegamos o aeroporto estava algo movimentado, fizemos o check-in e esperamos que chamassem o nosso voo. Assim que uma voz masculina indicou o nosso voo, levantamo-nos de umas cadeiras cinzentas em que tinhamos ficado á espera e segui-mos para o avião. Durante a viagem eu adormeci e acordei um pouco antes de aterrarmos, a vista era realmente deslumbrante, tinha a sensação que esta viagem iria mudar completamente as nossas vidas.

Aqui está mais um capítulo, espero que gostem.
Em princípio amanhã colocarei o próximo e aí já irão aparecer os nossos meninos.
Deixem os vossos comentários e reacções. xx

  

segunda-feira, 23 de julho de 2012

2 years ♥

   Dia 23 de julho de 2010, o dia em que Louis William Tomlinson, Liam James Payne, Niall James Horan, Harry Edward Styles e Zayn Jawaad Malik formaram One Direction pelas 20:22h. O dia em que começaram a mudar a vida de  muitas raparigas de todo o mundo.



 Posso dizer que não sou uma Directioner desde as primeiras audições de cada um deles, desde Torn e penso que isso também não importa, o que realmente importa é ama-los incondicionalmente, é apoia-los em cada ocasião e aceitar as suas decisões sejam elas qual forem. Tenho que agradecer especialmente a uma pessoa, a uma pessoa que me deu a conhecer estes cinco maravilhosos, talentosos, lindos rapazes, thanks a lot Twin !
   Admiro-os especialmente porque continuam os mesmos rapazes que eram desde o primeiro momento dos One Direction, agora com diferentes idades, diferentes cortes de cabelo, diferentes estilo de roupa mas continuaram com o seu sorriso genuíno, com a sua personalidade, com os seus momentos engraçados e acima de tudo com aquela forte amizade.




   Já passaram dois anos e espero que daqui a alguns anos este dia continue a ter o mesmo significado para todas as Directioners porque será sinal que os One Direction continuam juntos a fazer o que eles mais amam. Muitas mais coisas haviam para dizer sobre estes perfeitos 5 rapazes ...


                                     July 23 2012
                                  Five Boys
                                       Four British
                                             Three Taken
                                                    Two Years
                                                           One Direction  


                                                 
                               

  

domingo, 22 de julho de 2012

4º Capítulo

Peço muita desculpa por não ter  publicado mais cedo, mas na sexta não consegui acabar o capítulo e só agora consegui vir ao computador.
Espero que gostem do capítulo e gostaria muito que comentassem.
Tentarei colocar o próximo capítulo amanhã.
     

         ( Diana )

   Diana: Então mãe diz lá
   Mãe: a tua tia Mariana e o teu tio tem uma casa em Londres, como tu sabes, e ela á pouco falou comigo e perguntou se tu não querias ir lá passar as férias de verão !
   Diana: e posso levar duas pessoas comigo?
   Mãe: estás a referir-te á Margarida e á Leonor não é?
   Diana: provavelmente, posso?
   Mãe: sim, a tua tia disse que podias levar companhia, mas não muita gente. Amanhã liga-lhe para a informar e para ver se ela concorda.
   Diana: está bem mãe, vou dormir - peguei num copo de água, dei-lhe um beijo na bochecha e subi para o meu quarto.
   Estava tão cansada com o dia que tivera que rapidamente vesti o meu pijama e me deitei no conforto da minha cama, que nos últimos tempos tem sido a minha melhor amiga.
      ( ... )

   Acordei com mais energia do que o habitual, talvez o que a Lia me disse em relação á minha dor ser menor tivesse alguma razão, olhei para o lado direito da minha cama para ver as horas no meu telemóvel que se encontrava na mesinha de cabeceira e surpreendi-me ao ver que já passava do meio-dia. Levantei-me, vesti uma roupa simples e desci, reparei que a minha mãe e o meu pai já tinham vindo almoçar e saído e li o bilhete que a minha mãe me deixou

   *** Diana, eu e o pai já almoçamos, como estavas a dormir tão bem não te acordei, o almoço está no microondas.
         Já falei com a tua tia, ela concorda em levares a Margarida e a Leonor e mais tarde vem cá a casa para conversar contigo.
                                                                                                   Até logo  ***

   Almocei e decici ir correr um pouco para um parque próximo antes de ir ao café ter com a Maggie e a Lia. Subi para o meu quarto e como estava calor vesti umas leggings pretas com uma T-shirt rosa e segui em direcção ao parque. No parque estavam alguns alunos da minha escola, mas pela primeira vez não me preocupei com o que podia acontecer e segui o meu caminho. Sentir o cheiro das flores de Verão era agradável, ver pessoas nos bancos a conversar e crianças a brincar era uma das coisas que já não observava a algum tempo. Uma pequena dor começava a aparecer na perna direita mas eu ignorei e continuei. Corri por volta de meia hora quando decidi parar, observei uma árvore ao longe com uma sombra que correspondia com as minhas necessidades no momento e dirigi-me para lá para descansarum pouco. Sair um pouco desta cidade talvez será bom porque cada lugar, cada objecto por mais pequeno e insignificante que seja faz me lembrar dos nossos momentos - este era um dos muito pensamentos que invadiam a minha mente naquele momento. Depois de algum tempo a observar casais de namorados, crianças a brincar, a natureza, decidi levantar-me e ir ter com a Lia e a Maggie ao café. Quando entrei no café reparei que estava mais movimentado do que no dia anterior e segui em direcção ao balcão onde se encontrava a Lia e a Maggie.

   Leonor: Estava a ver que não vinhas hoje Dy !
   Diana: Olá para vocês também e não demorei assim tanto tempo - eu achava que não
   Margarida: Olá Dy, como estás? E não demoraste muito tempo a Lia é que anda nervosa por causa deste movimento.
   Diana: Melhor que ontem pior que amanhã, já vi que vocês estão ocupadas, vou sentar-me ali porque daqui a pouco preciso de falar convosco.
   Leonor: Está bem, quando estiver mais calmo por aqui vamos ter contigo.

   Pouco tempo depois o movimento do café acalmou e elas já podiam vir conversar comigo.
   Margarida: então Dy, o que estiveste a fazer?
   Diana: estive a correr um pouco e a pensar se devia vos perguntar uma coisa ou não
   Leonor: era isso que querias falar connosco?
   Diana: Sim, mas antes disso queria perguntar-vos uma coisa, vocês vão trabalhar aqui o verão inteiro?
   Margarida: Achas? nós vamos é aproveitar o sol antes que comece de novo o ano lectivo.
   Diana: sendo assim acho que não vão aceitar a minha proposta.
   Leonor: não estou a perceber nada, que proposta?
   Diana: O que eu queria falar convosco era o seguinte, a minha tia tem uma casa em Londres e como ela sabe que eu ando triste dispôs a casa dela para se eu quisesse ir passar as férias de verão e eu até ia se tivesse companhia.
   Margarida: isso é algum convite?
   Diana: Sim, o que é que me dizem?
   Leonor: sim ,sim, sim, sim, infinitos sim, nem acredito que vou estar na mesma cidade dos meus ídolos.
   Margarida: eu também, aceito vai ser divertido 3 raparigas numa cidade linda, mas Lia nem penses que eu vou andar atrás desses rapazinhos
   Diana: eu concordo com a Maggie, eu quero ir para Londres para me divertir, ou pelo menos tentar.
   Leonor: tenham calma, eu não vou andar atrás deles e claro que te vais divertir Dy!
   Margarida: e já sabes quando vamos?
   Diana: Ainda não, a minha tia vai lá casa hoje para conversarmos sobre isso
   Leonor:  mas ela já sabe que nós vamos?
   Diana: claro que sim e já concordou
   Margarida: ainda bem, já está a ficar tarde e já está na nossa hora de saída, queres que te leve a casa?
   Diana: não é preciso, estou perto de casa
   Leonor: mas já é tarde e nós conversávamos um pouco até tua casa
   Diana: está bem
   Margarida: querem programar alguma coisa para hoje à noite?
   Diana: já é tarde e estamos todas cansadas
   Leonor: sim concordo, mas amanhã à tarde vamos ás compras as três porque amanhã de manhã ficamos de férias.
   Margarida: Combinado !

      ( ... )

   Quando entrei em casa já lá estava a minha tia a conversar com a minha mãe na sala.
   Diana: Olá tia! *dei-lhe dois beijinhos*
   Mariana: Olá Diana, como estás?
   Diana: a melhorar
   Mariana: ainda bem, já soube que aceitaste a minha proposta e estou muito contente porque assim  tu sais um  pouco desta zona e vais-te divertir.

      ( ... )

   Conversamos durante um bocado sobre o dia da nossa partida, uma loja para comprarmos comida, ruas de Londres, de tudo um pouco. Terminamos a nossa conversa e fui-me deitar e como estava cansada acabei por adormecer minutos depois.




quinta-feira, 19 de julho de 2012

terça-feira, 17 de julho de 2012

  

   Ás vezes eu pergunto a mim mesma, porque é que estar apaixonada ás vezes é tão difici? Tento retirar alguma explicação dentro de mim, mas o resultado é sempre o mesmo: resposta não encontrada. A saudade é há muito um sentimento que permanece no meu coração em relação a ti, desde o dia em que te vi entrar naquele carro foi como que tudo o que já tinhamos vivido fosse apenas memórias que eu jamais irei esquecer, mas em relação a ti não sei, talvez este ano que convivemos a ti não te tenha marcado tanto como a mim. Apenas uma palavra pode acelar o meu batimento cardíaco, e essa palavra é o teu nome.
   Tento perceber como um simples nome, O TEU NOME, mesmo que não sejas tu de quem estejam a falar, me pode despertar este sentimento mas acho que a única resposta é simplesmente por estar apaixonada. Sei que o meu sentimento é completamente diferente do sentimento que tu sentes por mim, e acho que isso não é o que me mais me magoa em ti mas sim as tuas acções, as tuas palavras que tu fazes sem pensar ou não.
   Sempre odiei rapazes com personalidades idênticas á tua, pensava que eram rapazes sem maturidade nenhuma, sem medo de dizer o que lhes vai na mente mesmo que essas palavras possam vir a magoar as outras pessoas envolvidas e continuo a ter a mesma opinião a este tipo de rapazes, mas tu fizeste com que eu me apaixonasse por ti e no final quem saiu magoada fui eu !
   Lágrimas, algumas caem por causa de ti, quase todas, mesmo que eu tente "prende-las" elas acabam sempre por ganhar e caem pela minha cara.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

3º Capítulo

      ( Margarida )
  
   Estou feliz por ter reencontrado a Diana, nós eramos muito amigas mas depois o meu pai teve que ir trabalhar para a Irlanda e eu também tive que ir e a nossa amizade morreu. Senti que ela está diferente do que era, nota-se que está mais fria, mais solitária mas pode ser que seja uma fase devido à grande tristeza que tem vindo a passar.
    
      ( Diana )
  
   Hoje vou sair com a Maggie e a Lia e a minha vontade é nula, não sei o que fizeram para me convencer a ir mas acho que se vão arrepender porque a minha compainha vais ser péssima, ainda não tenho vontade para sair e me divertir e parece que nunca vou ter, quando ele morreu  uma grande parte de mim morreu também. Sinto falta dele sinto até falta do seu mau humor quando perdia um jogo de futebol.
     
      *flashback on*
  
   O Miguel era o capitão da sua equipa de futebol e hoje o jogo estava a correr péssimamente, eu tentava dar todo o apoio e o incentivo das bancadas com uns amigos mas parecia que nada resultava, cada pequeno erro que alguém fizesse ou até ele próprio o deixava mais revoltado e cada vez menos concentrado no jogo. Quando o jogo terminou ele foi para os balneários assim como a restante equipa e eu esperei por ele sentada num banco de madeira num parque perto do campo onde ele estivera a jogar minutos atrás. Enquanto esperava alguém me deu um leve beijo na bochecha direita e depois que era o Miguel.
   Diana: Olá amor, que cara é essa? Não queres estar comigo é?
   Miguel: A mesma de sempre e claro que quero estar contigo, que pergunta estúpida
   Diana: Eu compreendo que não estejas satisfeito com o resultado do jogo mas não precisavas de falar assim para mim - levantei-me e virei costas
   Miguel: Princesa, desculpa ter falado assim contigo, não tens culpa nenhuma do resultado do jogo e acabas por ser vítima do meu mau humor - disse ele segurando-me no braço e fazendo com que eu me virasse frente a frente com ele
   Diana: Claro que te desculpo, só porque sei que estás aborrecido com o resultado do jogo
   Miguel: Sabes que te amo muito não sabes? - roubou-me um beijo
   Diana: Eu também te amo muito - disse-lhe retribuindo o beijo - eu amo os teus olhos
   Miguel: Mas os meus olhos são castanhos normais
   Diana: não, eles não são normais, são diferentes, são únicos, são profundos ... podia continuar o dia todo nisto
   Miguel: e são os únicos que podem fazer uma coisa
   Diana: o quê?
   Miguel: são os únicos que podem olhar para ti
   Diana: tão lindo e ainda bem porque são os únicos que eu preciso que olhem para mim
   Acabamos a tarde naquele pequeno parque florido entre abraços e beijos e no final Miguel levou-me a casa. Eu com ele sinto-me bem, protegida, é o rapaz mais fantástico e querido que alguma vez conheci.

      *flashback off*

      ( Leonor )

   Nós fomos jantar a um restaurante não muito conhecido na nossa cidade mas que tinha maravilhosas refeições. Já cá tinha vindo umas quatro ou cinco vezes com a Maggie e com outros amigos. Quando chegamos o restaurante tinha poucas mesas ocupadas, o que por um lado era bom, fomo-nos sentar numa mesa de quatro pessoas junto de uma parede cinzenta ao fundo do restaurante. Uma rapariga por volta da nossa idade veio trazer-nos o menu com as ementas, registou o nosso pedido e algum tempo depois veio traze-lo. A Diana praticamente não tocava na comida e notava-se que estava triste e distante.
   Leonor: Então Dy, não estas a gostar da comida?
   Diana: Não a comida está boa, eu é que nestes últimos dias tenho andado sem apetite
   Margarida: Mas tens que te alimentar como deve de ser, não queres ficar doente, pois não?
   Diana: Não, a última coisa que eu não quero é entrar em hospitais recentemente.
   Leonor: Dy desculpa estar a perguntar isto, mas tu já não estás com os teus amigos, pois não?
   Diana: Estou, vocês não são minhas amigas?
   Leonor: Não me referia a mim e a Maggie
   Diana: Eu sei estava a brincar ...
   Margarida: Já estas a recuperar o teu bom humor
   Diana: não muito, continuando, depois que aconteceu aquilo que eu fechei-me de tudo e todos
   Leonor: E ninguém te foi visitar?
   Diana: por incrível que pareça não, nestas alturas é que vemos que são os verdadeiros amigos.
   Leonor: Mas isso agora não importa porque tens-nos a nós agora e prepara-te não te vamos largar mais, não é Maggie?
   Margarida: Podes crer
   Diana: Obrigada meninas
   Leonor: Mudando de assunto, fala um pouco sobre ti, de que tipo de música gostas?
   Margarida: Basicamente o que ela te quer perguntar é se gostas dos One Direction
   Diana: Não, já gostei e muito mas agora, sinceramente, não sei o que vi neles
   Margarida: és uma das minhas ao contrárion de nós a Lia é obcecada por eles
   Leonor: Eu não sou obcecada, sou dedicada. Só não precebo Dy como é que deixaste de gostar deles, eles são incríveis, espectaculares, lindos, perfeitos, ...
   Margarida: Lia já percebemos - se a Maggie não me interrompesse, eu provavelmente continuava a descreve-los e demoraria o resto da noite ou até mais
   Diana: não sei explicar de um momento para o outro deixei de os achar fantásticos para mimados e convencidos
   Leonor: eles não são assim, e qual é ... era o teu preferido?
   Diana: O Louis sempre admirei o seu bom humor e a sua energia, e o teu, qual é?
   Leonor: O Harry, ele é especial
   Diana: é o preferido de muitas raparigas e ainda não percebi o porquê, e tu Maggie tens um preferido ?
   Margarida: eu não, para mim são todos iguais
   Diana: E tens um que odeies mais?
   Margarida: Eu não os odeio, simplesmente não gosto deles, e o que menos gosto é o Zayn não sei porquê mas irrita-me
   Leonor: tu dizes isso mas lá no fundo gostas deles
   Margarida: sim,sim acredita nisso, vamos acabar de jantar para podermos ir passear pela praia?
   Terminamos o jantar e fomos em direcção à praia.
     
      ( Diana )

   O jantar até foi agradável, conversamos, conhecemo-nos melhor, distrai-me por um tempo. Chegamos à praia e esta estava deserta, podiamos observar algumas ondas no horizonte, ouvimos um som calmo proveniente do mar misturado com um som mais mexido devido a discotecas perto da praia, aproximamo-nos e sentamo-nos na beira do mar.
   Diana: eu vinha muitas vezes aqui com o Miguel - precisava de desabafar um pouco o que estva a sentir
   Margarida: nem imagino as saudades que deves sentir dele
   Diana: não ninguém, é uma dor tão profunda e tão dolorosa que por vezes só quero dormir para que essa dor desapareça mas até em sonhos ele aparece - deixei cair uma lágrima que tentava conter mas que esta teimou em cair.
   Leonor: tu és forte e a cada dia que passa nós vamos fazer de tudo para que essa dor  seja cada vez menor - abraçaram-me, o quanto aquele abraço me ajudava
   Diana: vocês é que estão a ser umas verdadeiras amigas, muito obrigada !
   Ficamos mais um pouco à conversa e depois fomos embora porque a Maggie e a Lia tinham de ir trabalhar no dia seguinte. Combinamos eu lá aparecer amanhã para combinarmos fazer alguma coisa.
   Diana: Obrigada meninas !
   Leonor: não tens que agradecer e não te esqueças de passar no café amanhã
   Leonor e Margarida: beijinhos
   Diana: está bem, beijinho - entrei em casa e reparei que a minha mãe ainda estava acordada - então mãe ainda acordada?
   Diana: correu bem, serviu para me distrair e a Maggie e a Lia são uma grandes amigas
   Mãe: ainda bem, ah tenho uma novidade para te contar
                                
                                ( ... )
                                                                             Desculpem pela demora do capítulo mas não estava com inspiração neste últimos dias.
Espero que gostem de mais um capítulo
Deixem as vossas opiniões !

sábado, 30 de junho de 2012

2ºCapítulo

   Diana após semanas fechadas em casa, deciciu ir a um café próximo de sua casa, vestiu uma roupa confortável, pegou pela primeira vez no seu MP3 depois da morte do seu namorado e saiu. Pelo caminho em direcção ao café ia sempre a mudar a música porque nenhuma lhe agradava.

      ( Diana )

   Só músicas horríveis que eu tenho aqui, a maior parte são dos One Directiom como é que eu já fui tão obcecada?!
   Já cheguei ao café, por sorte não está aqui ninguém da escola porque eu não estou mesmo com vontade e também preparada para ouvir aqueles comentários e perguntas sobre o que aconteceu. Entrei, sentei-me numa mesa vazia ao fundo do café e esperei que alguém me viesse atender para eu fazer o meu pedido. Entretanto uma rapariga com cabelo comprido ondulado castanho de olhos azuis, veio buscar o meu pedido, parecia que já a tinha visto na escola o que era provável porque quase todos os rapazes e raparigas da escola frequentavam este café. Dirigiu-se para o balcão e comunicou o meu pedido a outra rapariga de caracóis atrás do balcão que também me parecia familiar, talvez da escola. Para minha surpresa a rapariga que me atendeu veio do balcão até mim mas ainda sem o meu pedido.

Leonor:  Olá és a Diana, não és?
Diana: Sim sou, porquê? - respondi friamente
Leonor: Só te queria perguntar se estavas bem
Diana: Toda a gente me pergunta isso, será que não percebem que isso me deixa pior - não aguentei mais e disse o que me vinha na mente deixando cair uma lágrima
Leonor: Desculpa, desculpa não queria que te sentisses assim! - reparei na sua preocupação comigo e reparei que tinha ido longe  demais
Diana: Desculpa eu, não está a ser uma fase muito boa para mim e descarrego na primeira pessoa que aparece
Leonor: Não faz mal, eu não devia ter perguntado aquilo e se começace-mos de novo?! - fiquei sem perceber

      ( Leonor )

   Assim que vi a Diana a entrar no café senti que tinha de falar com ela e que se precisasse de alguma coisa podia contar comigo, fui atende-la e depois levei o seu pedido à Maggie e enquanto ela preparava o pedido fui falar com ela

Leonor: Olá és a Diana, não és?
Diana: Sim sou, porquê?
Leonor: Só te queria perguntar se estavas bem? - " Se estavas bem? " quem é a estúpida que diz isso, oh já sei EU!
Diana: Toda a gente me pergunta isso, será que não percebem que isso me deixa pior - já devia estar á espera daquela resposta
Leonor: Desculpa, desculpa não queria que te sentisses assim!
Diana: Desculpa eu, não está a ser uma fase muito boa para mim e descarrego na primeira pessoa que aparece - disto é que não esperava
Leonor: Não faz mal, eu não devia ter perguntado aquilo e se começassemos de novo? - ela nada respondeu e eu decici continuar - Olá eu sou a Leonor, mas podes tratar-me por Lia, até prefiro! - disse-lhe esticando o braço esperando resposta por parte dela
Diana: Olá eu sou a Diana - disse retribuindo o gesto
Leonor: Posso sentar-me para falarmos um pouco? - ela respondeu afirmativo com a cabeça e eu sentei-me na cadeira ficando frente a frente com Diana
   Nisto aparece a Maggie com o pedido de Diana.
Margarida: Aqui tens o teu pedido ... Diana?
Diana: Obrigada ... Margarida?
Margarida: Há tanto tempo que não te via e já sabes que não gosto que me chamem Margarida ou já te esqueceste?
Diana: Claro que não Maggie * levantou-se e deu-lhe um abraço *
Leonor: Já que se reencontraram que tal sairmos hoje á noite?
Margarida: Òptima ideia!
Diana: Meninas não tenho vontade nenhuma de sair, espero que compreendam - já esperava esta resposta mas não ia desistir tão facilmento e penso que a Maggie também não
Leonor: Eu compreendo, mas eu não estou a falar em irmos para uma discoteca, podíamos jantar fora e depois íamos passear pela praia
Margarida: Acho boa ideia, o que dizes Dy?
Diana: Não sei, eu seria uma má companhia
Leonor: Vai ser diferente e podíamo-nos conhecer melhor !
Diana: Está bem, eu aceito chatinhas
Margarida: Já nos estamos a entender
Leonor: A conversa está maravilhosa mas eu e a Maggie temos que trabalhar
Margarida: Pois é !
Diana: sendo assim eu vou indo, mas vocés não querem passar lá em casa mais cedo para me ajudarem a escolher a roupa?
Margarida e Leonor: Está bem, até logo! * despediram-se co  2  beijinhos*

      ( Diana )

   Era por volta das 19: 15h quando tocaram á campainha. Estava sentada no sofá a tentar distrair-me, o que era difícil porque à uma hora atrás estive a chorar compulsivamente a ver fotos minhas com o Miguel a lembrar-me  dos nossos momentos, levantei-me do sofá castanho em frente da televisão e segui num passo lento até á porta.

Diana: Olá meninas!
Leonor e Margarida: Olá - disseram em coro
Margarida: Dy estiveste a chorar?
Diana: Não - não me lembrei de nada mais convincente para dizer no  momento
Margarida: Vou fingir que acredito, vamo-nos arranjar?
Leonor: Diana trouxemos algumas coisas para nos arranjarmos aqui, não te importas pois não?
Diana: Claro que não, até é melhor, Lia trata-me por Dy prefiro
Leonor: Está bem, os teus pais estão em casa?
Diana: Não eles hoje chegam mais tarde do trabalho, mas eu já os avisei que ia sair. Vamos subir?
Margarida: Sim vamos lá!
  
   Subimos para o meu quarto, mais arrumado que o normal, começamos por escolher a roupa com que íamos sair, o que demorou algum tempoporque á sempre aquela coisa esta não é para sair á noite, esta também não é a indicada e leva sempre tempo até encontar a roupa " perfeita " , depois começamos a maquilharmo-nos com a ajuda uma das outras até que a Maggie encontra uma carta ainda por abrir na minha secretária, a carta que Miguel me escreveu mas que até ao momento não tive coragem de a abrir.

Margarida: Dy ainda não abriste esta carta?
Diana: Pois não, penso que ainda não tive coragem para o fazer - disse com o meu olhar fixo na janela com os pensamentos longe
Leonor: Coragem ...  hum ... não estou a perceber
Diana: Eu explico, essa carta foi o Miguel que escreveu antes de morrer e que a mãe dele me veio entregar mas que até hoje não tive coragem para abrir - várias lágrimas caiam pela minha cara descontroladamente enquanto falava

   Lia e Maggie nada disseram apenas me abraçaram, o quanto aqule abraço me reconfortava, o quanto me fazia sentir bem, precisava de sentir aquele apoio, não era que os meus pais não me dessem, muito pelo contrário, o apoio deles tem sido incondicional mas precisava de ter aqule apoio de amigas que já sentia falta.

Leonor: Mas não sentes vontade de ler o que ele te escreveu?
Diana: Sim mas sinto que ainda não estou preparada para o fazer,ainda tenho que ultrapassar um pouco esta dor e quando sentir que é o momento fá-lo-ei.
Margarida: Tens razão e quando precisares já sabes podes contar connosco.
Leonor: Mudando de assunto, vamos acabar de nos preparar?

   Acabamos de nos maquiar e fomos vestir as roupas que esscolhemos inicialmente. Eu estava com calças de ganga um top roxo, um casaco preto, uns sapatos de salto alto a condizer e com  o cabelo esticado; a Maggie estava com o seu lindo cabelo amarrado com umas calças de ganga uma camisola simples branca que ficava completa com um casaco azul-escuro da mesma cor que os sapatos de salto alto; a Lia estava com um vestido apenas com duas cores rosa em cima e preto em baixo, levava umas sandálias pretas e o seu cabelo ao natural.


Espero que gostem do capítulo
Deixem as vossas opiniões !xx